Moscas



As moscas tem características e hábitos que as tornam transmissoras e disseminadoras de várias doenças como: diarreias, disenterias, febre tifóide, cólera, tuberculose, salmonelas, etc.


São insectos, dípteros, com metamorfose completa (ovo - larva - pupa - adulto). As espécies urbanas mais importantes são: Mosca domestica, Drosophila spp (mosca da fruta) e a Moth fly (mosca de esgoto).
A Mosca doméstica é um insecto que vive nos ambientes utilizados e frequentados pelo homem e tem uma grande capacidade adaptativa.
A Mosca domestica não se alimenta de partículas sólidas, portanto, para se alimentar, ela regurgita um suco enzimático, saliva e suco estomacal, sobre o alimento sólido para liquefazê-lo e posteriormente sugá-lo através de sua boca. Suas características e hábitos as tornam transmissoras e disseminadoras de várias doenças como: diarreias, disenterias, febre tifóide, cólera, tuberculose, salmonelas, etc.
A Drosophila spp são moscas pequenas e têm atracção por frutas e vegetais frescos e em fermentação. Os materiais infestados são: bananas, uvas, pêssegos, abacaxis, tomates, batatas, etc. e líquidos fermentados como cerveja, vinho e vinagre.
As Moth fly são moscas pequenas que vivem em locais próximos a canos de esgotos, em casas de banho, em cozinhas e locais húmidos. Sua maior actividade é nocturna. Os adultos vivem cerca de duas semanas e, em locais com alto grau de infestação, depois de mortas, geram um pó que, se inalado, pode provocar doenças alérgicas respiratórias como, asma brônquica.